O correto funcionamento de usinas de geração fotovoltaica demanda uma extensa rede de cabeamentos. Uma vez que, essas usinas estão localizadas em locais com alta incidência de luz solar, a variação de temperatura sobre os cabos é frequente, tal fenômeno é capaz de danificá-los , levando a falhas de isolamento de cabos.

Os problemas decorrentes disso são diversos! Podendo levar a falhas no fornecimento de energia, acidentes graves resultantes de curtos circuitos, por exemplo incêndios, bem como, desbalancear o sistema de distribuição, algo que traz problemas burocráticos à usina.

Abaixo, abordamos quais são os problemas decorrentes de falhas de isolamento, e, também, como evitar que eles aconteçam e gerem prejuízos.

Quais são os problemas decorrentes das falhas de isolamento de cabos?

A variação de resistência na rede de cabeamento das usinas fotovoltaicas é comum. Isso se deve ao fato de que, por estarem instaladas em locais amplamente expostos a luz solar, a variação de temperatura é muito grande, por exemplo, ao meio dia, a incidência de luz elevada resulta em uma elevação na resistência de isolamento, enquanto no fim da tarde e no período noturno, como não há luz do sol, a baixa temperatura causa uma queda na resistência.

Esses danos trazem diversos prejuízos à usina, pois prejudicam a qualidade da energia entregue. Com a falha na passagem de eletricidade, o funcionamento dos equipamentos, como inversores e módulos, é prejudicado . Sendo assim, podem ocorrer falhas de fornecimento decorrentes de problemas com essas ferramentas. Quando pensamos no funcionamento de indústrias e edifícios comerciais, a falta de eletricidade é extremamente prejudicial e pode levar a prejuízos.

Outro problema decorrente das falhas no isolamento dos cabos, é o curto circuito. E, este é um dos problemas mais graves, pois além de falhas na distribuição, acarreta incêndios, os quais levam a perda de equipamento de alto custo, podendo ocasionar acidentes e machucar as pessoas que trabalham na usina.

Além disso, a baixa isolação de cabos pode levar ao desbalanceamento do sistema de distribuição energética, fornecendo à rede de distribuição geral uma energia fora dos padrões exigidos pelas agências reguladoras. Caso isso aconteça, a usina responsável pelo fato poderá receber multas ou até mesmo perder o alvará de funcionamento.

É possível  evitar essas falhas?

Para evitar que os problemas mencionados acima ocorram e causem danos irreparáveis, é necessário monitorar os níveis de resistência dos cabos por meio do acompanhamento da resistência de isolamento (responsável por impedir o curto circuito). Entretanto, essa grandeza demanda dispositivos específicos para realizar o seu monitoramento.

No mercado, já existem equipamentos que apresentam essa especificidade. As ferramentas ISO-Pv são fabricadas especialmente para atuarem no monitoramento da resistência da usinas fotovoltaicas e por essa razão, esse tipo de equipamento é o mais recomendado para atuar na prevenção de falhas.

Este dispositivo atua monitorando a resistência de isolamento dos cabos de uma determinada usina, e, como são produzidos com foco no ramo de energia solar, as falhas na medição são mínimas. Assim, a segurança do sistema fotovoltaico é garantida!

Evite as falhas de isolamento de cabos!

A Proauto Solar apresenta uma linha completa de soluções ISO-PV, que atuam no monitoramento de usinas com objetivo de evitar falhas de isolamento de cabos!

Para conhecer melhor essas soluções e ter acesso a elas, entre em contato com a nossa equipe!