Sistemas de geração de energia que dependem de recursos naturais, como eólico e solar, devem se preocupar em garantir a disponibilidade do fornecimento. Dessa maneira, é necessário evitar que falhas aconteçam, tanto para evitar paradas inesperadas, quanto para garantir a segurança dos envolvidos no processo. Assim, é preciso investir em um sistema de monitoramento fotovoltaico.

Para entender como funciona esse tipo de processo e quais são os aparelhos mais indicados para realizar a predição de falhas, acompanhe nosso artigo completo!

Onde empregar um sistema de supervisão?

Quando temos a geração centralizada de energia solar, é possível empregar inversores string. Quando isso acontece, torna-se necessária a supervisão dos cabos AC que são responsáveis pela ligação entre esses inversores e o transformador central.

O monitoramento dessas ligações deve ser realizado, pois, apenas uma falha de isolamento nas conexões destes cabos provocam a parada de todo inversor onde esse arranjo está interligado, bem como, ocasiona redução do aproveitamento da energia gerada.

Dessa forma, para evitar incidentes e pausas não programadas da geração de energia solar, deve-se empregar um sistema de supervisão.

Como funciona o monitoramento de um sistema de energia fotovoltaica?

A localização de falhas é feita por alguns equipamentos, como os da linha a ISOMETER® IsoPV, da Bender. Estes dispositivos viabilizam o procedimento de encontrar possíveis fugas de corrente, sem a necessidade de o sistema estar desenergizado.

Os aparelhos desenvolvidos pela Bender, localizam de forma automática as possíveis falhas, com isso, é possível otimizar o tempo dos operadores, garantindo sua segurança e reduzindo perdas de recursos.

Estes dispositivos atuam prevendo a ocorrência de uma segunda falha no circuito, já que, a partir de uma primeira ocorrência, pode-se prever que ocorrerá uma nova falha. Como os equipamentos da Bender também indicam onde as fugas de corrente aconteceram, fica bem mais fácil encontrar onde realizar os reparos necessários.

Para isso, os equipamentos de localização são instalados no sistema de forma modular, e através de transformadores, conseguem se adaptar a qualquer quantidade de circuitos.

Cada equipamento pode realizar a localização em até 12 circuitos diferentes e até 90 equipamentos podem ser interligados através da conexão BMS, protocolo desenvolvido pela BENDER, possibilitando a localização de até 1080 circuitos diferentes.

Por que investir neste tipo de sistema de monitoramento?

Primeiramente, é preciso investir neste tipo de manutenção preditiva, pois, a NBR 16690-2019, norma da ABNT que regulamenta a instalação de dispositivos para geração de energia fotovoltaica, obriga o uso de supervisores de isolamento.

No mais, contar com um sistema de monitoramento fotovoltaico é uma das maneiras mais eficazes de impedir a indisponibilidade no fornecimento de uma usina fotovoltaica. Além disso, com esse sistema, caso ocorram falhas de isolamento do lado DC do inversor, o sistema não será desconectado por inteiro.

Nesta situação, recomenda-se a instalação do sistema IT, o qual por meio de um inversor ou de transformador de média tensão, é realizado o isolamento do aterramento, diferenciando o aterramento da rede com o aterramento dos módulos.

Em sistemas de geração de energia solar onde o sistema IT está instalado, é possível localizar falhas sem que seja preciso interromper a geração de energia, uma vez que, esta interrupção causa desperdício de recursos e gastos extras.

Sendo assim, para estar adequado a norma e evitar custos inesperados, é preciso investir em um sistema de monitoramento fotovoltaico!

Onde encontrar soluções eficazes para geração de energia solar?

Aqui na Proauto, temos a linha completa de equipamentos da Bender para instalação de um sistema de monitoramento fotovoltaico.

Entre em contato com a nossa equipe para ter acessos as melhores soluções em geração de energia solar do Brasil